skip to Main Content
(21) 99186-5884 contato@neurocienciasaplicadas.com.br
Processos De Atenção Nos Transtornos Neuropsiquiátricos

Processos de atenção nos transtornos neuropsiquiátricos

Vários modelos neuropsicológicos têm sido propostos para explicar os processos e sistemas cerebrais subjacentes à atenção.
Esses modelos foram baseados em dois tipos de dados clínicos: (1) síndromes de desatenção clínica em pacientes com lesões cerebrais circunscritas e bem identificadas e (2) déficits neuropsicológicos em amostras de pacientes com doenças neurológicas ou psiquiátricas que afetam o cérebro.
Os modelos propostos (Heilman, Watson; Valenstein; Mesulam) foram baseados em estudos neurológicos e neuropsicológicos da síndrome de heminegligência. Isto foi seguido por modelos de atenção com origens na neurociência estudada com primatas (Pribram), ciência cognitiva (Posner) e, em seguida, uma série de modelos subseqüentes que colocaram maior ênfase na atenção executiva (Shallice, Stuss e outros). E finalmente, duas estruturas de atenção separadas propostas por Mirsky e Cohen há duas décadas. Todos esses modelos e estruturas têm vários elementos em comum, ilustrando uma confluência de pensamento que existe em relação à neuropsicologia da atenção.
Consequentemente, tanto a psicologia cognitiva quanto a neuropsicologia requerem uma abordagem da “atenção” multidimensional.
Logo, nas diferentes síndromes neuropsicológicas, diferentes componentes e mecanismos de atenção são afetados. Por exemplo, no distúrbio de déficit de atenção, existe a incapacidade de tomar conhecimento do controle da realização de respostas inadequadas, enquanto que, na heminegligência visual pode haver um defeito de um mecanismo como a desconexão da atenção seletiva para um determinado espaço.
Fonte:
Cohen, R. A. Neuropsychological Models of Attention. in The Neuropsychology of Attention 687–718 (Springer US, 2014). doi:10.1007/978-0-387-72639-7_20.
García-Ogueta, M. I. [Attention processes and neuropsychological syndromes]. Rev. Neurol. 32, 463–7

Back To Top