skip to Main Content
(21) 99186-5884 contato@neurocienciasaplicadas.com.br
Saiba Qual é A Relação Da Neurogênese, Do Estresse Crônico E Do Exercício Físico.

Saiba qual é a relação da neurogênese, do estresse crônico e do exercício físico.

Pois então, o estresse crônico é um fator de risco para o desenvolvimento de muitos transtornos afetivos, como a depressão. Desta maneira, a exposição crônica (repetida) a estímulos estressantes pode danificar estruturas cerebrais, por exemplo, a atrofia do hipocampo e a redução dos níveis de neurotrofina e por consequência a diminuição da neurogênese. Inquestionavelmente, a neurogênese do hipocampo é bem conhecida por estar relacionada a sintomas depressivos.
Já o exercício físico é bem estabelecido na melhoria da saúde do cérebro, incluindo funções cognitivas, relacionadas ao humor e à emoção. E em particular, o exercício físico é usado como estratégia eficaz para o controle do estresse e tratamento da depressão, bem como seus efeitos benéficos nos sistemas do corpo que podem melhorar os efeitos colaterais dos antidepressivos, como náuseas, aumento do apetite e ganho de peso, fadiga e sonolência, distúrbios do sono, suicídio e ansiedade.
E o que isso tudo tem a ver com o processo de formação de novos neurónios no cérebro (a neurogênese)? É que os defeitos induzidos pelo estresse crônico na neurogênese do hipocampo são protegidos pelo exercício físico regular e pela suplementação da creatina superando assim o fenótipo depressivo (Leem et al., 2018).
A clínica do INA oferece programas de intervenção estruturados e interdisciplinares. Quer entender como?
Ligue e marque uma consulta. 
Nossos telefones são: (21) 3577-3311 e (21) 99186-5884.
Estamos localizados na Avenida das Américas, 500, Bloco 6, Sala 315, Shopping Downtown. Barra da Tijuca – RJ.
Leem, Y.-H., Kato, M., Chang, H., 2018. Regular exercise and creatine supplementation prevent chronic mild stress-induced decrease in hippocampal neurogenesis via Wnt/GSK3β/β-catenin pathway. J. Exerc. Nutr. Biochem. 22, 1–6. doi:10.20463/jenb.2018.0009

Back To Top