skip to Main Content
(21) 99186-5884 contato@neurocienciasaplicadas.com.br
Qual O Papel Da Música Na Reabilitação De Pessoas Com Lesão Cerebral Adquirida?

Qual o papel da música na reabilitação de pessoas com lesão cerebral adquirida?

A lesão cerebral adquirida pode causar problemas de movimento, linguagem, sensação, pensamento ou emoção. Qualquer um deles pode reduzir severamente a qualidade de vida do paciente. Muitos novos tratamentos foram desenvolvidos para ajudar a recuperar as funções perdidas e prevenir a depressão, incluindo, intervenções que envolvem o uso da música para a reabilitação. Tratamentos específicos podem incluir o uso do ritmo para ajudar nos movimentos e na caminhada; tocar instrumentos musicais para melhorar o movimento; cantar para melhorar a qualidade da fala e da voz; ouvir música para melhorar o controle da dor, o humor ou o pensamento; e tocar e compor músicas para melhorar a sensação de bem-estar. Uma revisão literária, recentemente investigou esse tema de maneira mais sistemática e identificou que intervenções musicais usando o ritmo podem ser benéficas para melhorar a caminhada em pessoas após Acidente Vascular Cerebral (AVC), e isso pode melhorar a qualidade de vida. Além disso, a música pode ser benéfica para melhorar a velocidade dos movimentos repetitivos dos braços e da comunicação. Ainda, segundo os autores as intervenções musicais podem ser benéficas para a marcha, assim como, para a melhora da comunicação e da qualidade de vida. Estes resultados são encorajadores, porém mais ensaios clínicos randomizados de alta qualidade são necessários em todos os desfechos antes que as recomendações possam ser feitas para fins clínicos 1.
FONTE:
1 – Magee WL, Clark I, Tamplin J, Bradt J. Music interventions for acquired brain injury. Cochrane Stroke Group, organizador. Cochrane Database Syst Rev [Internet]. 20 de janeiro de 2017 [citado 5 de março de 2019]; Disponível em: http://doi.wiley.com/10.1002/14651858.CD006787.pub3

Back To Top