skip to Main Content
(21) 99186-5884 contato@neurocienciasaplicadas.com.br
Há Biomarcadores Que Auxiliam No Diagnóstico De TDAH?

Há biomarcadores que auxiliam no diagnóstico de TDAH?

As técnicas de neuroimagem têm avançado muito nos últimos anos e recentemente é possível acessar alguns biomarcadores que podem auxiliar no diagnóstico de doenças neuropsiquiátricas. 
.
Dentro dos transtornos do Neurodesenvolvimento, o TDAH é um transtorno multifatorial com diversos fatores de risco associados e comorbidades. Um
recente estudo buscou compreender o TDAH de uma perspectiva multidimensional e
identificar correlatos neuroanatômicos de características e comportamentos que abrangem critérios diagnósticos. Assim, foram coletados dados de neuroimagem
multimodal, dados cognitivos e clínicos (via múltiplos informantes) de crianças e adolescentes. Os resultados sugerem que a apresentação de sintomas de TDAH
pode surgir de uma soma de vários fatores clínicos, de desenvolvimento ou cognitivos, cada um com uma fundação neuroanatômica distinta. Isto destaca os fundamentos neurobiológicos do TDAH e aborda o valor de dados fenotípicos
detalhados na compreensão da neurobiologia subjacente aos transtornos do desenvolvimento neurológico (BALL et al., 2018).

A clínica do INA oferece programas de intervenção estruturados e interdisciplinares. Quer entender como?
Ligue e marque uma consulta. 
Nossos telefones são: (21) 3577-3311 e (21) 99186-5884.
Estamos localizados na Avenida das Américas, 500, Bloco 6, Sala 315, Shopping Downtown. Barra da Tijuca – RJ.

FONTES: BALL, G. et al. Multimodal Structural Neuroimaging Markers of Brain Development and ADHD Symptoms. American Journal of Psychiatry, p.
appi.ajp.2018.1, 17 set. 2018. 

Back To Top