skip to Main Content
(21) 99186-5884 contato@neurocienciasaplicadas.com.br
Aptidão Física E Estrutura Cortical Em Crianças Com Sobrepeso/obesidade

Aptidão física e estrutura cortical em crianças com sobrepeso/obesidade

Estudos cada vez mais tentam encontrar uma relação direta entre os aspectos motores e cognitivos. Acredita-se que a espessura e área de superfície corticais sejam geneticamente não relacionadas e modeladas por eventos neurobiológicos independentes, sugerindo que elas devem ser consideradas separadamente em análises morfométricas. Embora as trajetórias de desenvolvimento da espessura cortical e da área superficial possam diferir entre regiões cerebrais e idades, não há consenso sobre as relações de aptidão física com espessura e área de superfície cortical, bem como sua influência subsequente na inteligência. Assim, Irene Esteban-Cornejo e colegas (2018) examinaram um total de 101 crianças com sobrepeso/obesidade entre 8 e 11 anos. Os principais resultados mostraram que a aptidão cardiorrespiratória e velocidade-agilidade foram relacionadas à espessura cortical total, e por sua vez, a espessura cortical foi associada com maior inteligência. Em conclusão, a aptidão cardiorrespiratória e a velocidade-agilidade, foram associadas à espessura cortical geral. É importante ressaltar que a adiposidade pode dificultar os benefícios da aptidão cardiorrespiratória e velocidade-agilidade. Compreender as diferenças individuais na morfologia cerebral pode ter implicações importantes para educadores e formuladores de políticas que visam determinar intervenções para maximizar a aprendizagem acadêmica e o sucesso ocupacional mais tarde na vida (3). No entanto, é necessário olhar criticamente para esses achados, tendo em vista que é um estudo de associação e pode ter interpretações imprecisas, apesar de corroborar, em alguns pontos, com achados recentes sobre a neurofisiologia relacionada à funções cardiovasculares e metabólicos como a obesidade infantil (1,2).

A Clínica do INA oferece programas de intervenção estruturados e interdisciplinares. Quer entender como?
Ligue e marque uma consulta. 
Nossos telefones são: (21) 3577-3311 e (21) 99186-5884.

Fontes: (1) ÁLVAREZ-BUENO, C. et al. (2) DONNELLY, J. E. et al. (3) ESTEBAN-CORNEJO, I. et al.

Back To Top